Em 2021, matrículas em cursos EAD crescem 9,8% nas faculdades privadas

Em contrapartida, matrículas em cursos presenciais caíram 8,9%. Dados fazem parte de projeção do Semesp divulgada nesta terça-feira

atualizado 08/06/2021 10:39

FlamingoImages/istock.com

O número de matrículas em cursos de ensino superior na modalidade ensino a distância (EAD) da rede privada cresceu 9,8% em 2021, seguindo a tendência de alta registrada ao longo dos últimos anos. Por outro lado, as matrículas feitas em cursos presenciais caiu 8,9%.

Essas estimativas constam na 11º edição do Mapa do Ensino Superior no Brasil, divulgada nesta terça-feira (8/6), pelo Instituto Semesp. O levantamento tem como base o Censo do Ensino Superior 2019, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), do Ministério da Educação (MEC).

As matrículas no EAD têm registrado crescimento contínuo nos últimos anos. Em 2019, foram realizadas 2,450 milhões. Dessas, 2,292 milhões foram feitas em instituições de ensino superior privadas, o equivalente a 93,6% do total.

Já em 2014, o número de matrículas no EAD foi de 1,341 milhão, sendo 1,202 milhão na rede privada.

Ainda em 2019, 28,5% das matrículas do ensino superior brasileiro estavam na modalidade EAD. Em 2018, esse percentual era de 24,3%.

“As matrículas presenciais têm registrado queda desde 2016. Em 2019, elas caíram 3,8%, com decréscimo mais acentuado ainda na rede privada (5,8%). Apesar da diminuição dos alunos, a rede privada ainda detém a maioria das matrículas nos cursos presenciais (68,8%)”, informa o relatório.

Cursos favoritos

Entre os cursos presenciais mais procurados na rede privada estão, respectivamente, direito, administração, enfermagem, psicologia e engenharia civil. Já no caso da rede pública se apresentam pedagogia, direito, administração, medicina e agronomia.

No caso dos cursos EAD da rede privada mais procurados se encontram pedagogia, administração, contabilidade, gestão de pessoas e educação física. Na rede pública, pedagogia, matemática, administração pública, letras e engenharia de produção aparecem como destaque.

Mais lidas
Últimas notícias