Diretor de Avaliação da Educação Básica do Inep é exonerado

O Inep enfrenta sucessivas crises no quadro. A mais recente mudança é na diretoria responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)

DANIEL FERREIRA/METRÓPOLESDANIEL FERREIRA/METRÓPOLES

atualizado 05/06/2019 14:24

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) promoveu mais uma mudança no primeiro escalão do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O diretor de Avaliação da Educação Básica, Francisco Vieira Garonce, foi exonerado nesta quarta-feira (05/06/2019).

O Inep enfrenta sucessivas crises no quadro. A mais recente mudança é na diretoria responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O Ministério da Educação, no entanto, garantiu a realização das provas, marcadas para os dias 3 e 10 de novembro.

A exoneração de Garonce está no Diário Oficial desta quarta, mas traz uma data retroativa: 22 de maio. Com isso, o ex-diretor, que havia sido anunciado para a diretoria no dia 17 de abril, ficou pouco mais de um mês no posto.

Antes de Garonce assumir, a diretoria ficou sem comando por quase um mês, após o pedido de demissão, no dia 27 de março, de Paulo César Teixeira pediu demissão.

Garonce foi convidado para o posto pelo então presidente do Inep, Elmer Vicenzi, que também já deixou o cargo. O atual comandante é Alexandre Lopes, quarto ocupante da função desde janeiro. Ele chegou ao cargo em 16 de maio.

O Inep é considerado a autarquia mais importante do Ministério da Educação (MEC) por ser responsável pelas avaliações, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e por todos os dados da educação brasileira.

Últimas notícias