Veja datas da 5ª parcela do auxílio de R$ 600 para quem é do Bolsa Família

Pagamento do auxílio de R$ 600 obedece ao calendário habitual do programa Bolsa Família, segundo o governo federal

atualizado 30/07/2020 11:31

JEFFERSON RUDY/ AGÊNCIA SENADO

Cadastrados no programa Bolsa Família com direito ao auxílio emergencial de R$ 600 recebem a quinta – e última – parcela do benefício a partir de 18 de agosto. O pagamento será finalizado no dia 31 do mesmo mês.

A Caixa Econômica Federal termina de pagar a quarta parcela do auxílio de R$ 600 aos beneficiários do Bolsa Família nesta sexta-feira (31/7), quando recebem 1,9 milhão de pessoas com o final do NIS igual a zero.

O pagamento do auxílio, que pode ter o valor dobrado caso a mulher seja chefe de família, obedece ao calendário habitual do Bolsa Família, que é pago nos últimos dez dias úteis de cada mês.

O dinheiro será depositado da mesma forma que o benefício regular. Logo, é preciso usar o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes Caixa aqui; ou por crédito na conta Caixa fácil.

“Então, tanto a parcela quatro quanto a parcela cinco do Bolsa Família vão ser sempre nos últimos dez dias úteis do mês, e saque em dinheiro, nada mudou”, disse o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, em live.

Dessa maneira, recebem no próximo dia 18 de agosto os beneficiários do Bolsa Família com o Número de Identificação Social (NIS) final igual a 1. No dia seguinte, uma quarta-feira, ganha quem tem NIS final 2.

Veja o calendário:

 

Pagamento do auxílio de R$ 600 obedece ao calendário habitual do Bolsa Família
Pagamento do auxílio de R$ 600 obedece ao calendário habitual do Bolsa Família
Mães adolescentes

Mães menores de idade que também são do programa Bolsa Família, mas que foram aprovadas apenas em maio, pois não teriam, a princípio, direito ao auxílio de R$ 600, terão direito a todas as cinco parcelas.

“Todos os beneficiários do programa Bolsa Família receberão cinco parcelas do auxílio emergencial independente de quando iniciaram o recebimento”, informou o Ministério da Cidadania, em nota.

Assim, as meninas que foram aprovadas e estão recebendo, agora, a segunda parcela do auxílio emergencial, irão ganhar a terceira parcela de R$ 600, ou de R$ 1,2 mil, a partir de 18 de agosto.

Questionado, o governo não confirmou se as parcelas quatro e cinco do benefício seguirão o calendário habitual do Bolsa Família. Caso assim seja, o pagamento será finalizado às mães adolescentes apenas em outubro.

Não sou do Bolsa Família

Para os trabalhadores que não recebem o Bolsa Família, o crédito do auxílio emergencial – que pode ser da primeira, da segunda, da terceira ou quarta parcela – será feito nesta sexta-feira (31/7) a 3,8 milhões de nascidos em abril.

Neste caso, o crédito será depositado na conta Poupança Social digital, onde o dinheiro deverá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Em um primeiro momento, o auxílio ficará limitado para pagamentos digitais, sendo impossível realizar saques e transferências.

O calendário está organizado de acordo com o mês de nascimento, independentemente de qual o número da parcela do auxílio será paga. O primeiro ciclo de crédito sera efetuado nas seguintes datas:

0

O segundo ciclo de pagamentos – referente à parcela seguinte – tem início no próximo dia 28 de agosto. O crédito vai acontecer da mesma maneira, de acordo com a data de nascimento. Na ocasião, a Caixa inicia o crédito da quinta, e última, parcela.

Calculadora

Ficou confuso? Muitos calendários, não é?! Por isso, a equipe de tecnologia e arte do Metrópoles elaborou uma “calculadora” para que os beneficiários possam saber a data de todos os próximos pagamentos.

Para isso é necessário informar alguns dados básicos– nada que comprometa o seu benefício. A primeira pergunta a ser respondida, por exemplo, é se você recebe o Bolsa Família. Simule aqui.

Últimas notícias