Que dia recebo as próximas parcelas do auxílio de R$ 600? Simule aqui

Metrópoles elaborou uma "calculadora" para que os beneficiários possam saber a data de todos os próximos pagamentos

atualizado 23/07/2020 10:25

O benefício emergencial prevê a suspensão do contrato de trabalho por até dois meses e a redução de jornada por até três mesesDaniel Ferreira/Metrópoles

A Caixa Econômica Federal iniciou nesta quarta-feira (22/7) o pagamento do primeiro ciclo do auxílio emergencial de R$ 600 – o que não significa que as pessoas podem receber, por exemplo, a quarta parcela.

No total, serão quatro ciclos para trabalhadores informais, autônomos, MEIs e desempregados que fizeram o cadastro no aplicativo, além de inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do governo federal.

Para os beneficiários do Bolsa Família com direito ao auxílio, o calendário é outro, baseado no Número de Identificação Social (NIS). A quarta parcela começou a ser paga nesta segunda-feira (20/7).

Ficou confuso? Muitos calendários, não é?! Por isso, a equipe de tecnologia e arte do Metrópoles elaborou uma “calculadora” para que os beneficiários possam saber a data de todas os próximos pagamentos.

Para isso é necessário informar algumas informações básicas – nada que comprometa o seu benefício. A primeira pergunta a ser respondida, por exemplo, é se você recebe o Bolsa Família.

Veja:

QUANDO VOU RECEBER O AUXÍLIO EMERGENCIAL?
VOCÊ RECEBE BOLSA FAMÍLIA?
QUAL SEU ÚLTIMO DÍGITO DO NIS?
Quantas parcelas já recebeu?
QUANDO RECEBEU A 1ª PARCELA?
QUAL SEU MÊS DE NASCIMENTO?

Como funcionam os ciclos

O governo federal publicou na sexta-feira (17/7) novos calendários do pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 para os beneficiários que não são atendidos pelo programa Bolsa Família. Agora, o crédito será feito em ciclos.

Ciclos? Como assim? O dinheiro será depositado – seja referente à primeira, segunda, terceira, quarta ou quinta parcela – a todos os lotes de aprovados, de acordo com o mês de nascimento, em um mesmo período (ciclo).

No total, são quatro etapas. No ciclo 1, recebem 46 milhões de beneficiários. O dinheiro será depositado, em um primeiro momento, na conta Poupança Social Digital e, em seguida, saques e transferências serão liberados.

Esse ciclo inclui os quatro grupos: 1. Beneficiários que receberam a primeira parcela em abril; 2. Em maio; 3. Em junho ou até 4 de julho e; 4. Cadastrados entre 17 de junho e 2 de julho deste ano.

Agora, o dinheiro a ser depositado para o primeiro lote de aprovados, por exemplo, se refere à quarta parcela do benefício. No ciclo 2, que tem início em 28 de agosto, receberão a quinta – e última – parcela. Entenda com mais detalhes como funciona os ciclos.

Bolsa Família

O pagamento para os beneficiários do Bolsa Família obedece ao calendário habitual do programa, que tem como base o Número de Identificação Social (NIS).

Nessa quarta-feira (22/7), receberam as pessoas que têm o final do NIS igual a 3. No total, 19,2 milhões de beneficiários do Bolsa Família ganham o auxílio nos próximos dias.

O pagamento desse lote se encerra no próximo dia 31 de julho. Mães adolescentes do Bolsa Família que foram aprovadas para receber o auxílio também entram nesse cronograma.

Confira o calendário:

  • Segunda-feira (20/07): final do NIS igual a 1
  • Terça-feira (21/07): final do NIS igual a 2
  • Quarta-feira (22/07): final do NIS igual a 3
  • Quinta-feira (23/07): final do NIS igual a 4
  • Sexta-feira (24/07): final do NIS igual a 5
  • Segunda-feira (27/07): final do NIS igual a 6
  • Terça-feira (28/07): final do NIS igual a 7
  • Quarta-feira (29/07): final do NIS igual a 8
  • Quinta-feira (30/07): final do NIS igual a 9
  • Sexta-feira (31/07): final do NIS igual a 0

O pagamento do auxílio emergencial é feito da mesma forma que o benefício regular. Dessa maneira, é preciso usar o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes Caixa aqui; ou por crédito na conta Caixa fácil.

A quinta parcela – que pode ser a última – do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família, por sua vez, começa a ser paga em 18 de agosto.

Últimas notícias