União honrou R$ 1,353 bilhão em dívidas dos estados em fevereiro

Na lista de dívidas assumidas pelo Tesouro, Minas Gerais liderou, com $ 907,20 milhões, de acordo com o Tesouro Nacional

atualizado 08/03/2021 13:32

Em fevereiro, o Tesouro Nacional teve que desembolsar R$ 1,353 bilhão para pagar débitos bancários com garantias da União que não foram quitados pelos estados, de acordo com o relatório publicado pelo Ministério da Economia nesta segunda-feira (8/3).

Na lista de dívidas assumidas pelo Tesouro, Minas Gerais liderou, com $ 907,20 milhões; depois vieram Goiás (R$ 267,25 milhões) e Rio de Janeiro (R$ 150,86 milhões). O Amapá (R$ 16,55 milhões) e o Rio Grande do Norte (R$ 11,77 milhões) também não conseguiram honrar suas dívidas em fevereiro.

O governo fluminense está autorizado a não honrar os compromissos, uma vez que foi o único a não fazer a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) dos Estados desde 2017 e apelou à Justiça.

Em janeiro e fevereiro, o gasto da União para honrar essas dívidas chegou a ser de R$ 1,690 bilhão. Esse foi o terceiro maior da série histórica, atrás apenas dos montantes de R$ 5,54 bilhões e de R$ 1,37 bilhão pagos em dezembro e em maio de 2020, respectivamente.

Últimas notícias