Taxa de juros do cheque especial cai e do cartão de crédito sobe

Bancos estão impedidos, desde o último dia 6 de janeiro, de cobrar uma taxa de juros acima de 8% ao mês no cheque especial

Marcos Santos/ USP Imagens

atualizado 29/01/2020 13:35

A taxa média de juros do cheque especial fechou dezembro de 2019 em 302,5% ao ano – queda de 4,1 pontos percentuais em comparação com o mês anterior. Em novembro, o juro médio foi de 306,6%.

Durante todo o ano passado, a taxa de juros da modalidade diminuiu 10,1 pontos percentuais. Em dezembro, o percentual foi de 12,3%.

Os dados foram divulgados nesta quarta-feira (29/01/2020) pelo Banco Central (BC). Veja o resumo das estatísticas aqui.

Os bancos estão impedidos, desde o último dia 6 de janeiro, de cobrar uma taxa de juros acima de 8% ao mês no cheque especial.

Apesar do limite, a taxa continua bastante alta para o bolso dos clientes, conforme avaliação de especialistas no mercado financeiro.

Cartão de crédito
Se por um lado o cheque especial desceu, o juro médio do cartão de crédito rotativo apresentou alta.

Em dezembro, a porcentagem foi de 318,9% ao ano, ante 318,3 do mês anterior. Ou seja, alta de 0,6 ponto percentual.

Em todo o ano, os juros do cartão de crédito rotativo apresentaram alta de 33,5 pontos percentuais. Em 2018, último ano do governo Temer, houve queda de 46,7‬ pontos percentuais.

Últimas notícias