Saque do FGTS: Caixa libera pagamento para não correntistas. Veja

Serão pagos R$ 1,8 bilhão para mais de 4,1 milhões de trabalhadores; contribuintes podem sacar até R$ 500 de cada conta do FGTS

DANIEL TEIXEIRA/AEDANIEL TEIXEIRA/AE

atualizado 18/10/2019 9:07

A Caixa Econômica Federal inicia nesta sexta-feira (18/10/2019) o pagamento do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para quem não tem conta corrente nem conta poupança na instituição. Os primeiros a receber são os trabalhadores que fazem aniversário em janeiro. Serão pagos R$ 1,8 bilhão para mais de 4,1 milhões de pessoas.

Para atender à demanda, os bancos da Caixa vão funcionar em horário estendido. Confira o expediente de cada agência:

Arte/Metrópoles

O saque extraordinário foi autorizado por um decreto do governo federal em julho. O objetivo inicial do governo era liberar até 35% de cada conta mas, após pressão do setor de construção civil, ficou estabelecido o teto de R$ 500. De acordo com empresários da área, a liberação porcentual implicaria em um efeito cascata prejudicial à economia brasileira.

“Confio no bom senso do governo. Não tem dinheiro para saque extra, desestabiliza o fundo e gera desemprego no setor”, afirmou à época o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), José Carlos Martins.

Cálculos do governo apontam que os saques extraordinários do FGTS, junto com a liberação dos saldos do PIS/Pasep, podem injetar até R$ 30 bilhões na economia brasileira em 2019 e R$ 12 bilhões em 2020, aumentando a previsão inicial de crescimento do PIB de 0,81% para 1,1%. No último dia 9, o mercado reajustou a projeção de crescimento do PIB para 0,87%.

Quem tem direito ao saque de R$ 500 do FGTS?
Os contribuintes podem sacar até R$ 500 de cada conta do FGTS. Um trabalhador com uma conta ativa e outra inativa, por exemplo, pode receber até R$ 1 mil. De acordo com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, 96 milhões de trabalhadores devem ser beneficiados.

Calendário do saque imediato do FGTS
O saque é autorizado de forma escalonada dependendo da data de aniversário de trabalhador. Até o momento, receberam os trabalhadores que têm conta poupança na Caixa.

Uma semana depois, em 25 de outubro, recebem os não-correntistas que nasceram em fevereiro. Os valores devem ser sacados até 31 de março de 2020. Quem não quiser retirar os valores deve comunicar a Caixa até 20 de abril de 2020. Confira o calendário completo de pagamentos:

Como consultar o saldo da conta no FGTS
É possível acessar o extrato do FGTS pelo site da Caixa e também pelo aplicativo, disponível para os sistemas operacionais Android, iOS e Windows.

Confira como se cadastrar no app:

  1. Clique em “Primeiro acesso”, na parte inferior da tela.
  2. O aplicativo o direcionará à parte de “Contrato”. Aceite os termos de uso.
  3. Em seguida, será preciso informar seu Número de Inscrição Social (NIS), que pode ser consultado nos extratos do FGTS, na carteira de trabalho ou Cartão do Cidadão.
  4. Depois, insira seus dados pessoais, como nome completo, nome dos pais, data de nascimento, naturalidade, CPF, número da carteira de identidade e título de eleitor.
  5. Por fim, crie uma senha de acesso.

Últimas notícias