Pandemia faz contas externas fecharem com menor resultado em 11 anos

Os investimentos estrangeiros no Brasil apresentaram uma queda de 50,6% no ano passado em relação a 2019

atualizado 27/01/2021 13:16

O Banco Central (BC) registrou nesta quarta-feira (27/1) mais um indicador que revela como a pandemia da Covid-19 afetou a Economia do País no ano passado. Desta vez, os investimentos estrangeiros apresentaram uma queda de 50,6% em relação a 2019. É o pior resultado em 11 anos. Enquanto em 2020, os investimentos estrangeiros somaram US$ 34,167 bilhões; no ano anterior, eles somaram U$ 69,174 bilhões.

O Banco Central apresentou como será a cédula

Esse dado é formado pelos serviços adquiridos por brasileiros no exterior, pelo comércio de produtos entre o Brasil e outros países e pelas remessas de juros e lucros provenientes do Brasil para fora. O cenário ocorreu em meio à queda do Produto Interno Bruto (PIB) registrada no ano passado. Embora os números tenham ficado aquém do esperado, o país conseguiu cobrir o rombo das suas contas externas em 2020.

O BC também divulgou que teve uma queda de 75,3% nas contas externas do país (um déficit de U$ 12,517 bilhões)  em comparação com todo o ano de 2019. Em dezembro, esse rombo representou U$ 5,393 bilhões. A projeção do BC ainda revelou que as importações de produtos pelo Brasil caíram ao mesmo tempo em que as importações aumentaram, especialmente devido à venda de alimentos para o comércio exterior.

Mais lidas
Últimas notícias