Mercado diminui previsão do PIB e eleva projeções de inflação e Selic

Relatório de Mercado Focus promoveu o 29º aumento consecutivo sobre a previsão do IPCA do país para 2021, de 8,69% para 8,96%

atualizado 25/10/2021 8:53

Novo pedido de concurso do BC está em análise no Ministério da EconomiaMichael Melo/ Metrópoles

O mercado financeiro promoveu, em relatório publicado nesta segunda-feira (25/10), alterações sobre a inflação, o crescimento da economia e a taxa básica de juros do país.

De acordo com o Boletim Focus, divulgado pelo Banco Central (BC), a previsão sobre o acumulado do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), indicador oficial da inflação, em 2021, subiu de 8,69%, na semana passada, para 8,96%. Essa é a 29ª alta seguida sobre a previsão do índice.

Para 2022, a projeção sobre o IPCA foi elevada em 0,22 ponto percentual, de 4,18% para 4,4%.

Já o Produto Interno Bruto (PIB), que representa a soma de todos os bens e serviços finais produzidos por um país, deverá encerrar este ano com alta de 4,97%, segundo o mercado financeiro. A taxa é menor se comparada à previsão divulgada na semana passada: 5,01%.

0

Para 2022, a previsão sobre o crescimento da economia brasileira também caiu, de 1,5% para 1,4%.

O Relatório de Mercado Focus ainda traz alterações sobre a Selic, a taxa básica de juros do país. Agora, o mercado prevê que o indicador termine 2021 em 8,75% ao ano. Há uma semana, previa-se um juros de 8,25% ao ano. Para 2022, o mercado elevou a previsão sobre a Selic, de 8,75% ao ano para 9,5% ao ano.

Leia a íntegra do relatório:

r 20211022 by Tacio Lorran Silva on Scribd

Mais lidas
Últimas notícias