INSS começa projeto-piloto da prova de vida digital. Veja o passo a passo

Nesta primeira etapa, participarão cerca de 500 mil beneficiários de todo o país. INSS vai notificar os segurados pelo aplicativo

atualizado 20/08/2020 7:48

Fotos Igo Estrela/Metrópoles

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) vai começar o projeto-piloto da prova de vida por biometria facial nesta quinta-feira (20/8). Na primeira etapa, participarão cerca de 500 mil beneficiários de todo o país.

Os primeiros contatos com os segurados serão feitos por mensagens pelo Meu INSS, Central 135 e e-mail.

Na prática, a prova de vida é obrigatória para os segurados do INSS que recebem seu benefício por meio de conta-corrente, conta-poupança ou cartão magnético. Anualmente, os segurados devem comprovar que estão vivos para seguir recebendo.

Para realizar a biometria facial, o INSS usará as bases de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Serão selecionados, portanto, segurados que tenham carteira de motorista e título de eleitor”, informou o INSS. Além desses requisitos, o instituto disse não ter qualquer outra prioridade.

0

“Vale salientar que este é um projeto-piloto de prova de vida por biometria. Portanto, nesta etapa, o INSS fará os ajustes necessários para que o procedimento digital possa ser implementado com segurança, posteriormente, para todos os beneficiários”, prosseguiu.

O INSS destacou também que o beneficiário que participar do piloto e realizar a prova de vida por biometria terá o procedimento efetivado. Ou seja, não é simplesmente um teste.

“A fé de vida valerá e o segurado não precisará se deslocar até uma agência bancária para o processo”, completou. Veja 12 perguntas e respostas sobre a prova de vida digital.

Passo a passo

A prova de vida digital será feita por reconhecimento facial, com o uso da câmara do celular do cidadão, por meio do aplicativo do Meu INSS e do aplicativo do Governo Digital (acesse aqui) que vai indicar se, de fato, trata-se da pessoa cujo CPF foi informado no cadastramento do INSS.

Como se trata de um projeto-piloto, o ícone para a prova de vida digital estará disponível no aplicativo do Meu INSS apenas para os beneficiários selecionados, e não para todos. Dessa forma, quem receber contato do INSS para participar do projeto terá acesso exclusivo ao serviço.

Sendo assim, para realizar o passo a passo, é preciso estar cadastrado no login único do Gov.br, além de ter os aplicativos Meu INSS e Meu gov.br instalados em seu smartphone. Confira:

0

 

Últimas notícias