INSS: benefícios não serão suspensos por falta de reabilitação profissional

Medida foi prorrogada por duas competências. Dessa maneira, pagamentos serão feitos até dezembro deste ano

atualizado 23/10/2020 13:01

Agência do INSSHugo Barreto/ Metrópoles

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) não vai suspender os pagamentos de benefícios referentes aos meses de novembro e dezembro deste ano aos segurados que não participaram do programa de reabilitação profissional.

A decisão consta em portaria publicada nessa quinta-feira (22/10) no Diário Oficial da União (DOU) pela autarquia federal. O texto é assinado pelo presidente do INSS, Leonardo José Rolim. Veja aqui a íntegra do documento.

Desde março, com a chegada da pandemia do novo coronavírus, o INSS tem prorrogado a rotina de suspensão de benefícios por impossibilidade da execução da reabilitação profissional. O prazo terminaria em outubro.

“Prorrogar por mais duas competências, novembro e dezembro de 2020, a rotina de suspensão de benefícios por impossibilidade da execução do programa de reabilitação profissional”, assinala a portaria do INSS.

O programa visa proporcionar a beneficiários do INSS incapacitados, parcial ou totalmente, para o trabalho, e às pessoas com deficiência, os meios indicados para o reingresso no mercado de trabalho.

O ingresso do segurado no serviço de reabilitação profissional depende do encaminhamento pela perícia médica, o que em geral ocorre no exame de avaliação de beneficio por incapacidade, como o auxílio-doença.

0

Últimas notícias