Dólar tem 9ª alta consecutiva e fecha o dia em R$ 4,49

Ibovespa perde força pela manhã e vai para o campo negativo, mas se recupera e fecha o dia em alta

atualizado 02/03/2020 19:23

Em mais um recorde no valor nominal, o dólar engatou sua 9ª alta consecutiva e atingiu, em seu fechamento no Brasil, o patamar de R$ 4,49, numa varição de 0,19%.

De acordo com o economista da Guide Investimentos, João Maurício Rosal, o mercado de câmbio local sustenta o dólar em alta por contaminação pela dinâmica internacional. “Os cenários internos dos países emergentes estão relegados a segundo plano hoje”, afirma Rosal.

O responsável pela área de câmbio da Terra Investimentos, Vanei Nagem, diz que o mercado está colado à alta do dólar ante os pesos chileno e mexicano porque não tem motivo para o mercado refrescar agora, com o coronavírus se disseminando no mundo.

No ano, a moeda norte-americana já acumula valorização de 11,81% frente ao real.

Ibovespa
Na Bolsa de Valores de São Paulo, a B3, o Ibovespa perdeu força pela manhã e foi para o campo negativo, em sintonia com a queda dos índices futuros de Nova York.

No entanto, fechou a sessão desta segunda em alta de 2,36%, aos 106.625,41 pontos, tendo atingido a marca de 107.220,02 pontos no pico do dia, após a pior semana desde agosto de 2011 e o pior mês (fevereiro) desde maio de 2018, quando chegou a um tombo de mais de 7%.

Na mínima, o Ibovespa foi nesta segunda aos 103.779,26 pontos.

Últimas notícias