Datafolha: 69% dos beneficiários do auxílio não encontraram outra renda

Além disso, 62% dos brasileiros que receberam o benefício disseram não conseguiram guardar dinheiro para o fim do auxílio

atualizado 25/01/2021 13:58

Sete em 10 (cerca de 69% dos) brasileiros que receberam o auxílio emergencial no ano passado não encontraram outra fonte de renda para substituir o pagamento do benefício.

Isso é o que mostra pesquisa Datafolha realizada entre os dias 20 e 21 de janeiro, com 2.030 pessoas, em todo o país. Os dados foram publicados nesta segunda-feira (25/1).

Segundo a pesquisa, 40% dos brasileiros disseram ter recebido ao menos uma parcela do benefício emergencial, que foi criado após o estopim da crise do novo coronavírus.

Desses que receberam o auxílio, apenas 38% conseguiram economizar dinheiro para quando o pagamento terminasse. Na média, foram pagas 4,5 parcelas por beneficiado.

Além disso, o Datafolha aponta também que 58% dos beneficiários tiveram uma perda de renda em janeiro. Já na pesquisa realizada em dezembro, essa taxa era de 51%.

Mais de 14,1 milhões de brasileiros estão desempregados, segundo dados mais recentes do IBGE. Isso equivale a 14,6% da população com capacidade de trabalhar.

Últimas notícias