Copom reduz taxa Selic para 3,75% ao ano ante avanço do Covid-19

A queda na taxa Selic já era prevista pelo mercado financeiro ante a disseminação do novo coronavírus, que tem afetado a economia mundial

atualizado 18/03/2020 18:18

O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central (BC), decidiu reduzir nesta quarta-feira (18/03) a taxa de juros básica – taxa Selic – de 4,25% ao ano para 3,75% ao ano.

A queda na taxa Selic já era prevista pelo mercado financeiro ante a disseminação do novo coronavírus, que tem afetado negativamente a economia.

Nessa última segunda-feira (16/08), o Relatório de Mercado Focus, divulgado pelo BC, decidiu reduzir a estimativa da taxa de juros para 3,75% ao ano em 2020.

Na última reunião, em 7 de fevereiro, o Copom reduziu a Selic de 4,5% ao ano para 4,25% ao ano e indicou que manteria a taxa por todo o ano. O conselho se viu obrigado, contudo, a alterar o valor com a ameaça do novo coronavírus.

Além disso, o Federal Reserve (Fed) – o Banco Central dos Estados Unidos – decidiu zerar os juros básicos do país nesse último domingo (15/03). A medida também influenciou na decisão do Copom.

Com a queda da taxa Selic, o mercado espera que o dólar continue a crescer ante o real. Na manhã de hoje, a moeda americana ultrapassou os R$ 5,20, pela primeira vez desde o Plano Real.

Últimas notícias