Caixa paga auxílio de R$ 600 a 4 milhões de nascidos em julho. Confira

Dinheiro será depositado na Conta Poupança Social. Quem nasceu em julho poderá sacar apenas em 27 de agosto

atualizado 12/08/2020 19:00

Daniel Ferreira/Metrópoles

A Caixa Econômica Federal paga nesta quarta-feira (12/8) o auxílio emergencial de R$ 600 para cerca de 4 milhões de brasileiros nascidos em julho. As opções de saque e transferência serão liberadas apenas em 27 de agosto.

Desse total, 3,9 milhões fazem parte do calendário de ciclos. Ganham os nascidos em julho, independentemente do número da parcela – ou seja, pode ser a primeira, a segunda, a terceira ou a quarta. Portanto, recebem:

  • Nascidos em julho que tenham se cadastrado no app entre 17 de junho a 02 de julho ganham a 1ª parcela;
  • Nascidos em julho que receberam a primeira parcela em junho ou até 4 de julho ganham a 2ª parcela;
  • Nascidos em julho que receberam a primeira parcela em maio ganham a 3ª parcela;
  • Nascidos em julho que receberam a primeira parcela em abril ganham a 4ª parcela.

Quem nasceu entre janeiro e junho recebeu o dinheiro nas últimas semanas. Na próxima sexta-feira (14/8), o auxílio será depositado na conta de 3,9 milhões de nascidos em agosto. Veja os calendários:

0
Reanalisados

O governo paga também, nesta quarta-feira, mais uma parte do “calendário paralelo” do auxílio de R$ 600 referente a um novo grupo de aprovados que teve os dados cadastrais revisados.

O dinheiro será depositado na conta de 98 mil cidadãos nascidos em julho. Na semana passada, o dinheiro foi depositado na conta dos nascidos entre janeiro e junho. São eles:

  • Beneficiários que fizeram a contestação por meio do aplicativo ou site da Caixa entre 24 de abril e 19 de julho deste ano e tenham sido considerados elegíveis receberão o crédito da primeira parcela;
  • Beneficiários que receberam a primeira parcela em abril e tiveram o pagamento reavaliado em julho, decorrente de atualizações de dados governamentais, receberão o crédito da terceira e quarta parcelas.

No total, 1,1 milhão de pessoas foram aprovadas na segunda-feira da semana passada (2/8). O restante desse grupo recebe até 26 de agosto, a depender do mês de nascimento, conforme o seguinte calendário:

0

Esse “calendário paralelo” vai ser realocado, a partir da parcela subsequente, ao cronograma de ciclos estabelecido pela Caixa Econômica Federal.

Poupança Social

Em ambos os casos, o crédito será depositado na conta Poupança Social digital, onde o dinheiro deverá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem.

Nesse primeiro momento, o auxílio ficará limitado a pagamentos digitais, sendo possível pagar boletos e contas de luz, água e telefone, por exemplo. Saques e transferências ainda não estão disponíveis.

Em seguida, a Caixa libera as opções de saque e transferências, novamente de acordo com a data de nascimento. Quem nasceu em julho, poderá sacar apenas em 27 de agosto.

O segundo ciclo de pagamentos tem início no próximo dia 28 de agosto. O crédito vai acontecer da mesma maneira, de acordo com a data de nascimento. Na ocasião, a Caixa inicia o crédito da quinta parcela.

Não sou do Bolsa Família

Cadastrados no programa Bolsa Família com direito ao auxílio emergencial de R$ 600 recebem a quinta parcela do benefício a partir da próxima terça-feira (18/8). O pagamento será finalizado no dia 31 do mesmo mês.

Neste caso, o pagamento do auxílio obedece ao calendário habitual do Bolsa Família, que é pago nos últimos dez dias úteis de cada mês.

O dinheiro será depositado da mesma forma que o benefício regular. Logo, é preciso usar o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes Caixa aqui; ou por crédito na conta Caixa fácil.

Dessa maneira, recebem no próximo dia 18 de agosto os beneficiários do Bolsa Família com o Número de Identificação Social (NIS) final igual a 1. No dia seguinte, uma quarta-feira, ganha quem tem NIS final 2. Veja:

Calendário da quinta parcela do auxílio emergencial para quem recebe o Bolsa Família
Calculadora

Ficou confuso? Muitos calendários, não é?! Por isso, a equipe de tecnologia e arte do Metrópoles elaborou uma “calculadora” para que os beneficiários possam saber a data de todos os próximos pagamentos.

Para isso é necessário informar alguns dados básicos– nada que comprometa o seu benefício. A primeira pergunta a ser respondida, por exemplo, é se você recebe o Bolsa Família. Simule aqui.

Últimas notícias