Bolsonaro quer aumento de R$ 4 a R$ 5 no salário mínimo

Presidente vai ser reunir com o ministro da Economia Paulo Guedes na tarde desta terça-feira para discutir o assunto

atualizado 14/01/2020 11:03

Michael Melo/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que o reajuste do salário mínimo será tema de reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta terça-feira (14/01/2020) e que a ideia é aplicar um aumento que recomponha pelo menos o percentual de inflação de 2019. O presidente defendeu um aumento de R$ 4 ou R$ 5 no valor do mínimo.

“Vou me reunir com o Paulo Guedes à tarde e eu acho que tem brecha para a gente atender, porque a inflação de dezembro foi atípica por causa do preço da carne. Então, às 14h da tarde tenho despacho com Paulo Guedes para decidir esse assunto”, disse Bolsonaro.

O Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2019 fechou em 4,31%. Ao falar sobre a recomposição, disse que a ideia é mesmo recompor a inflação. “É a ideia. É o mínimo”, disse.

Ele ponderou a dificuldade em se dar o aumento. “A cada R$ 1 no salário mínimo são mais ou menos R$ 300 milhões no Orçamento. A barra é pesada, mas a gente não pode, apesar de ser pouco o aumento, R$ 4 ou R$ 5, a gente tem que recompor”, destacou.

Últimas notícias