Bancos deverão avisar BC sobre depósitos a partir de R$ 2 mil

A medida, publicada no Diário Oficial da União, tem o objetivo de prevenir lavagem de dinheiro e ocultação de bens

André Dusek/agência estadoAndré Dusek/agência estado

atualizado 24/01/2020 11:29

O Banco Central (BC) reduziu para R$ 2 mil os depósitos em dinheiro vivo que deverão ser notificados à autarquia pelas instituições financeiras. Hoje, os bancos precisam avisar o BC sobre qualquer valor a partir de R$ 10 mil.

A nova regra foi publicada nesta sexta-feira (24/01/2020) no Diário Oficial da União (DOU). A circular vai entrar em vigor em 1º de julho de 2020.

“No caso de operações com utilização de recursos em espécie de valor individual superior a R$ 2 mil, as instituições referidas no art. 1º devem incluir no registro, além das informações previstas nos arts. 28 e 30, o nome e o respectivo número de inscrição no CPF do portador dos recursos”, explica o texto.

A medida faz parte de uma série de ações promovidas pelo Banco Central contra a prática dos crimes de lavagem de dinheiro ou ocultação de bens.

Foram definidos também prazos específicos para as etapas de monitoramento, seleção, análise e comunicação.

“Os aprimoramentos na regulamentação buscam dar maior eficiência e efetividade aos procedimentos adotados na prevenção à lavagem de dinheiro e ao financiamento do terrorismo (PLDFT)”, explicou o BC, em nota.

Veja a íntegra da circular aqui.

Últimas notícias