Arrecadação chega a R$ 1,3 trilhão em nove meses, mais alta em 27 anos

Em setembro, a arrecadação federal foi de R$ 149,1 bilhões, a maior para o mês desde 1995. O resultado representa aumento real de 12,87%

atualizado 26/10/2021 14:12

Acieg/Divulgação

A Receita Federal informou nesta terça-feira (26/10) que a arrecadação de impostos, contribuições e demais receitas federais atingiu R$ 149,1 bilhões em setembro. O resultado representa aumento real de 12,87%, na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando a arrecadação foi de R$ 136,5 bilhões (valor já corrigido pela inflação).

No período acumulado de janeiro a setembro de 2021, a arrecadação alcançou o valor de R$ 1,35 trilhões, representando um acréscimo pelo IPCA (indicador que regula a inflação no país) de 22,30%.

De acordo com a Receita, trata-se do melhor desempenho arrecadatório desde 1995, tanto para o mês de setembro quanto para o período acumulado. O mesmo aconteceu nos meses de fevereiro, março, abril e maio de 2021. Essa, portanto, é a maior arrecadação em 27 anos.

Para explicar os números, a receita fará uma coletiva de imprensa às 14h30, a qual o ministro Paulo Guedes (Economia) deveria participar, mas cancelou a ida de última hora. A pasta ainda não informou o motivo.

Mais lidas
Últimas notícias