Dossiê aponta censura e governismo em reportagens da EBC, ligada ao governo

Levantamento revela veto a temas como o assassinato da vereadora Marielle Franco e o desmatamento da Amazônia

atualizado 18/09/2020 11:57

Marcelo Camargo/EBC

Uma comissão de funcionários da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) e representantes de sindicatos de jornalistas e radialistas de SP, RJ e DF contabilizaram 138 denúncias de “censura ou governismo” em pautas e matérias feitas de janeiro de 2019 a julho de 2020. As informações são da Folha de São Paulo.

Vinculada ao governo, a EBC possui rádio, TV e agência de notícias. A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) também assinou o levantamento.

Alguns temas como o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSol-RJ) e do motorista Anderson Gomes, o desmatamento da Amazônia, negacionismo da ciência sobre a Covid-19 e histórias de perdas relacionadas à doença sequer foram pautados.

Além disso, existem denúncias contra publicações para proteger o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub e a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. A EBC não respondeu aos questionamentos.

O levantamento foi elaborado com base em relatos por meio de formulário on-line e será encaminhado para organizações da sociedade civil.

Últimas notícias