Doria quer comprar 20 milhões de doses da vacina russa Sputnik V

Secretário estadual da Saúde se reúne com União Química para aquisição do imunizante contra a Covid-19

atualizado 02/03/2021 13:21

Vacina Sputnik VHugo Barreto/Metrópoles

São Paulo – O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta terça-feira (2/3) que negocia com a União Química a compra de 20 milhões de doses da vacina russa contra a Covid-19 Sputnik V.

0

“Muitos governadores estão em Brasília, na União Química, fazendo a opção de compra da vacina Sputnik, inclusive São Paulo. O nosso secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn, está lá nos representando com a deliberação de compra de 20 milhões de doses da vacina Sputnik”, afirmou.

“Os demais estados farão as opções de compra de forma consorciada para que no volume tenhamos um preço menor”, completou o governador, que esteve no estádio do Morumbi, onde funciona um posto de vacinação no sistema drive-thru.

Na semana passada, o Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou estados e municípios a comprarem e distribuírem vacinas contra a Covid-19, caso o governo federal não cumpra o Plano Nacional de Imunização ou as doses previstas  sejam insuficientes.

Além disso, a Corte definiu ainda que as vacinas eventualmente compradas pelos governos locais precisam ser aprovadas, em prazo de 72 horas, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Se o prazo não for cumprido, a importação pode ser liberada se houver registro em agências reguladoras de outros países, o que é o caso da Sputnik V.

Últimas notícias