Dois homens morrem ao tentar tirar selfie em cachoeira de Minas

Ismael Elias Maia e Victor Kennedy Almeida Afonso Pena se aproximaram da beirada de um penhasco quando um deles escorregou

corpo de bombeiros/ divulgaçãocorpo de bombeiros/ divulgação

atualizado 16/07/2019 16:42

Duas pessoas morreram no último domingo (14/07/2019) após tentativa de tirar selfie em uma cachoeira na Serra do Cipó, em Santana do Riacho, a 120 quilômetros de Belo Horizonte (MG). Os mortos são o operador de empilhadeira Ismael Elias Maia, 26 anos, e o técnico administrativo Victor Kennedy Almeida Afonso Pena, 29.

Segundo relato de testemunhas aos bombeiros, os dois estavam na parte alta da Cachoeira da Farofa e se aproximaram da beirada do penhasco para tirar a foto. Um deles escorregou e caiu no poço da queda d’água. O colega pulou atrás, para tentar salvá-lo, mas os dois se afogaram.

O resgate dos corpos foi concluído nessa segunda-feira (15/07/2019). Com muitas cachoeiras, a Serra do Cipó registra grande movimento de banhistas sobretudo nos fins de semana e períodos de férias.

Outro caso
Em 23 de setembro do ano passado, Minas Gerais registrou outra morte por tentativa de selfie em queda d’água. A adolescente Taynara Claudino Ferreira estava com parentes na Cachoeira do Fabinho, em Santa Margarida, na Zona da Mata. Ao deixar o local, a moça disse que faria mais uma foto. Ela se posicionou sobre uma pedra, escorregou, bateu a cabeça, caiu no poço e ficou submersa. Os parentes chamaram o resgate, mas ela foi retirada do local já sem vida.

Últimas notícias