Dez capitais cancelam Carnaval de rua por Ômicron e influenza. Confira

Das 27 capitais consultadas pelo Metrópoles, 11 estão indefinidas. Recife suspendeu, porém pode recuar, e BH liberou, mas não vai patrocinar

atualizado 06/01/2022 7:24

carnaval de olindaReprodução/Twitter

Pelo menos 10 capitais brasileiras cancelaram o Carnaval de rua em 2022. O aumento de casos da variante Ômicron da Covid-19 e de Influenza A H3N2 no Brasil levou prefeitos a bater o martelo sobre a decisão de não realizar a folia este ano. Ao menos 11 capitais ainda não definiram sobre o evento. Até o momento, somente o Recife decidiu provisoriamente suspender o Carnaval, mas não descarta uma reavaliação. Outras quatro das 27 capitais brasileiras não responderam.

Festas tradicionais, como as dos blocos de rua do Rio de Janeiro (RJ) e de Salvador (BA), não ocorrerão este ano. Se ainda havia dúvidas sobre a realização dos eventos, os surtos de Covid e de gripe após festas de Réveillon acabaram com as perspectivas.

Até o momento, além das capitais fluminense e baiana, Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Curitiba (PR), Cuiabá (MT), Campo Grande (MS), Belém (PA), São Luís (MA) e Distrito Federal descartaram realizar ou dar estrutura para a folia nas ruas.

0

Nessa quarta-feira (5/1), a Prefeitura de Olinda (PE), cancelou o tradicional Carnaval da cidade por causa dos aumentos de casos de Covid-19 e de Influenza.

Indefinição

São Paulo (SP), Maceió (AL), Manaus (AM), Goiânia (GO), Porto Velho (RO), João Pessoa (PB), Natal (RN), Porto Alegre (RS), Porto Velho (RO), Aracaju (SE) e Palmas (TO) ainda estão com indefinições acerca da realização da festa.

“A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, informa que a realização do Carnaval de 2022 dependerá do cenário epidemiológico da cidade na ocasião. A pasta, que faz parte da comissão de avaliação das atividades do Carnaval, irá apresentar os dados do quadro epidemiológico – relativo à Covid-19 – e de assistência hospitalar para a Prefeitura nesta quinta-feira (6/1)”, diz a nota.

Belo Horizonte (MG) informou à reportagem que não vai proibir a folia nas ruas da capital mineira, mas não vai financiar.

“Os desfiles das escolas de samba, blocos caricatos e blocos de rua são considerados manifestações culturais espontâneas de Belo Horizonte, não sendo necessária autorização prévia da administração municipal para a sua realização. No entanto, a Prefeitura de Belo Horizonte afirma que não irá patrocinar o Carnaval de Belo Horizonte 2022, bem como não realizará nenhum tipo de cadastro de blocos ou investimento em infraestrutura”, afirmou, em nota.

A cidade de Ouro Preto, a cerca de 100 quilômetros da capital mineira e com tradicional carnaval universitário, decidiu cancelar a festa.

O Metrópoles também tentou contato com as prefeituras de Boa Vista (RR), Teresina (PI), Macapá (AP) e Vitória (ES) mas não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

Confira a situação das capitais pelo Brasil:

Mais lidas
Últimas notícias