Deputados do Rio aprovam mudança de nome do Maracanã para Rei Pelé

Mudança foi aprovada nesta terça-feira (9/3) pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e vai à sanção do governador

atualizado 09/03/2021 20:56

Maracanã enfeitado com mosaico e bandeiras das torcidas de Santos e PalmeirasReprodução/Twitter Libertadores

Rio de Janeiro – Considerado o maior estádio do mundo, o Maracanã (ou Jornalista Mário Filho) será rebatizado. A mudança do nome para Edson Arantes do Nascimento, Rei Pelé, foi aprovada nesta terça-feira (9/3), em regime de urgência, pela Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

O estádio terá direito ainda a uma placa do milésimo gol do ex-jogador. A mudança de nome depende, porém, de sanção do governador em exercício, Claudio Castro, do PSC, para sair do papel.

O projeto de autoria de 23 deputados, entre eles o ex-jogador Bebeto (Pode), tetracampeão mundial, prevê que o Complexo Esportivo do Maracanã, que inclui o estádio, o estádio de atletismo Célio de Barros e o Maracanãzinho, passará a ser chamado Jornalista Mário Filho.

“Edson Arantes do Nascimento, mais conhecido como Pelé, é um ex-futebolista brasileiro que atuava como atacante. Ele é amplamente considerado como um dos maiores atletas de todos os tempos e ‘Rei do futebol'”, argumentam os parlamentares em um dos trechos da justificativa do projeto.

Em outro trecho, sustentam “Pelé chegou aos 1.281 gols, sendo o único jogador a conseguir esse feito. Considerado o Rei do Futebol, o ex-jogador trouxe muito prestígio para a Seleção Brasileira, colocando-a no mais alto patamar da história”.

O prazo para sanção do projeto pelo governador é de 15 dias a contar da data do envio.

Últimas notícias