Deputado Dr. Luizinho sugere greve de médicos em meio à pandemia

Parlamentar questiona projetos de lei discutidos na Câmara para favorecer contratação de profissionais estrangeiros

atualizado 13/04/2021 16:40

Deputado federal Luiz Antonio Teixeira Jr. (PP-RJ)Agência Câmara

São Paulo – O médico e deputado federal Dr. Luizinho (PP-RJ) publicou um vídeo nas redes sociais sugerindo uma greve geral da classe médica do país.

Dr. Luizinho questiona projetos de lei que estão sendo discutidos na Câmara dos Deputados para favorecer a contratação de médicos estrangeiros e brasileiros formados fora do Brasil, sem a necessidade de fazer o Revalida. A intenção é atender a demanda emergencial provocada pela pandemia.


O médico, que chegou a ser cotado para assumir o Ministério da Saúde, afirma que “no momento mais difícil da Covid-19 no nosso país, a medicina brasileira sofre um grave ataque na Câmara dos deputados”. E diz: “Eu conclamo todos os médicos do Brasil para que a gente convoque uma greve geral se esse projeto for aprovado”.

Depois da postagem, Dr. Luizinho afirmou ao Metrópoles que exagerou no tom. “A gente tá no meio de uma pandemia. O código de ética da profissão nem admite uma coisa dessas”, afirmou.

Luizinho alega que convocou a classe médica para ser contra esses projetos de leis que “desvaloriza o médico e enfermeiro que estão na linha de frente no Brasil, para trazer pessoas formadas precariamente fora do país”. Para o deputado, o Revalida deveria ser aplicado de 6 em 6 meses para médicos formados no exterior.

O deputado afirmou que os projetos de lei vendem ao povo uma falsa solução. “É como dizer que [o remédio] ivermectina dá certo. E o povo tomar e sair por aí sem máscara e ficar doente”, afirmou Luizinho. O deputado ainda disse que “o Brasil tem que resolver as coisas como os grandes países fizeram, com máscara, distanciamento social e álcool em gel”.

Dois projetos de lei são discutidos na Câmara sobre o tema. Um de autoria do deputado Aliel Machado (PSB-PR), que altera a “Lei da Covid-19″ para autorizar a recontratação de profissionais estrangeiros que já atuaram no país durante períodos de calamidade pública.

O outro projeto é de autoria do deputado Bacelar (Podemos-BA), que sugere a contratação de médicos brasileiros formados no exterior mediante “revalidação temporária e emergencial dos diplomas”.

 

Mais lidas
Últimas notícias