*
 

Ricardo Saud, o diretor de Relações Institucionais da JBS, não está tendo problemas apenas no campo jurídico. Ele foi expulso de casa depois que a esposa ouviu os áudios em que ele e Joesley Batista falam sobre mulheres, encontros e preferências sexuais.

A conversa picante foi revelada ao longo das investigações que recaíram sobre a empresa nos últimos meses. Saud está preso por ordem do ministro Edson Fachin, por suspeitas de ter omitido provas e atuado em parceria com o ex-procurador Marcello Miller nos acordos de delação premiada.

No depoimento ao Ministério Público Federal, no dia 7 de setembro, o diretor falou sobre os problemas em casa. “A gravação foi acidental e em decorrência dela a esposa pôs o depoente para fora de casa”, é o que consta nos registros oficiais da declaração de Saud, segundo a Veja.

Durante as gravações, também é possível ouvir Joesley falando sobre seu casamento com a apresentadora do SBT Ticiana Villas Boas. Além disso, o dono da JBS fez declarações mais íntimas, dizendo que queria “comer duas véias”.

 

 

COMENTE

gravaçãoJoesleysaudpicante
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil