Datafolha: 91% dos brasileiros pretendem se vacinar ou já se vacinaram

Apenas 8% não se imunizaram e nem pretendem, aponta pesquisa. Levantamento foi realizado nos dias 11 e 12 de maio

atualizado 19/05/2021 9:13

Vacinação da Covid-19 em GoiâniaVinícius Schmidt/Metrópoles

Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo, na noite desta terça-feira (18/5), mostra que 91% dos brasileiros pretendem se vacinar ou já se vacinaram contra a Covid-19. Outros 8% não pretendem se imunizar e uma fração de 1% preferiu não opinar.

Segundo o instituto, os números confirmam a tendência de crescimento da adesão à imunização. Na pesquisa de dezembro de 2020, os pró-vacina somavam 73%. Em janeiro, logo após as primeiras doses serem aplicadas, esse percentual subiu para 81%.

Dois meses depois, no pico da segunda onda de Covid-19, chegou a 89%.

Entre os que são favoráveis à vacinação, 25% afirmam ter tomado a primeira ou segunda dose da vacina, um salto em relação à pesquisa de março, quando os vacinados compunham uma parcela de 5% dos entrevistados.

Essa alta é impulsionada pelo grupo dos maiores de 60 anos, grupo que registrou a maior parcela de óbitos por Covid-19 e foi priorizado no Plano Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde. Nessa faixa etária, 92% já receberam ao menos uma das doses.

Dois em cada três (66%) dos entrevistados ainda não puderam ser imunizados, mas declaram que pretendem se vacinar. Entre os entrevistados com idade entre 45 e 59 anos, que devem ser vacinados assim que acabarem os grupos prioritários, esse índice chega a 85%.

A pesquisa foi realizada com 2.071 brasileiros com 16 anos ou mais, em todas as regiões do país, nos dias 11 e 12 de maio. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.

0
Vacinação no Brasil

Até o momento, o Brasil aplicou quase 60 milhões de doses de vacinas contra a Covid, somando a primeira e a segunda doses, de acordo com novo balanço do consórcio de veículos de imprensa, consolidados às 20h desta terça. São 59.609.468 doses aplicadas em todo o país.

Os dados apontam que 39.897.840 pessoas receberam a primeira dose de vacina, o que representa 18,84% da população brasileira. Já a segunda dose foi aplicada em 19.711.628 pessoas em todos os estados e no Distrito Federal (9,31% da população).

A campanha de imunização contra a Covid-19 conta, atualmente, com três imunizantes: a Coronavac (parceria entre o laboratório chinês Sinovac e o Instituto Butantan, ligado ao governo paulista); Oxford/AstraZeneca (desenvolvida na Inglaterra e produzida no Brasil pela Fiocruz); e a Pfizer/BioNTech (desenvolvida pelo laboratório norte-americano e por empresa alemã).

Últimas notícias