Dados mostram que tsunami do vulcão de Tonga chegou ao Brasil

Estação de monitoramento do IBGE registrou alteração atípica no nível do mar, na costa do Rio de Janeiro, 17 horas após a erupção

atualizado 22/01/2022 21:59

Erupção TongaReprodução

O tsunami gerado na última semana pela gigantesca explosão do vulcão Hunga Tonga Hunga Há’apai, no arquipélago de Tonga, no Sul do Oceano Pacífico, a mais potente erupção vulcânica em 30 anos no planeta, foi detectado no Brasil cerca de 17 horas depois e foi pequeno. A informação foi divulgada hoje pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Há uma semana, 15 de janeiro, dia da erupção, a onda de choque atmosférico havia alcançado sobre o Brasil. Na segunda-feira (17/1), um tsunami pequeno foi observado no Atlântico e possivelmente na costa brasileira.

O tsunami marítimo gerado pela erupção foi, assim, observado no Pacífico, Atlântico e Índico. A elevação do mar foi maior no Pacífico, onde se produziu o evento eruptivo, e houve alagamentos de pequena monta em áreas costeiras de países como Japão, Chile e Estados Unidos. Já em pontos do arquipélago de Tonga, perto do vulcão, as autoridades locais descreveram um tsunami de até 15 metros.

Leia a reportagem completa no MetSul, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias