Covas diz que estuda cassar alvará de empresas que cometem atos racistas

Proposta é defendida por ex-candidato à Prefeitura de São Paulo Orlando Silva. Prefeito afirma que precisa aprender com que conhece o tema

atualizado 24/11/2020 0:12

Bruno CovasReprodução

São Paulo – O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), afirmou nesta segunda-feira (23/11) que pretende endurecer as normas de combate racismo. Uma das propostas do candidato à reeleição é a cassação de alvará de empresas que praticam esse tipo de crime, o que é defendido pelo ex-candidato Orlando Silva (PCdoB).

“Estamos estudando a possibilidade de cassar alvará de empresas que cometam esse tipo de crime”, afirmou em entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura. “O combate ao racismo não pode ser de esquerda ou de direita, é um desafio que o Brasil precisa enfrentar”, disse.

O prefeito diz ter conversado com Orlando Silva sobre ações de combate ao racismo em um debate no primeiro turno.

“Como é algo que não sinto na pele, é algo que eu também estou aprendendo e a gente precisa aprender a reconhecer a existência dele e saber aprender com as pessoas que conhecem muito bem deste tema”, afirmou o candidato.

 

 

0

Veja a íntegra do Roda Viva da noite desta segunda, com Bruno Covas e Guilherme Boulos, candidatos a prefeitos de São Paulo:

Últimas notícias