Correios leiloam 61 mil itens que não foram entregues aos destinatários

Roupas, livros, celulares, veículos e outros itens são leiloados. Valores iniciais variam de R$ 1.303 a R$ 85.050

atualizado 20/09/2021 12:20

Gabriel Pereira/Metrópoles

Na próxima segunda-feira (27/9), os Correios leiloarão 61 mil itens que não chegaram aos seus destinatários. Os valores iniciais variam de R$ 1.303 a R$ 85.050.

“Serão ofertados dez lotes que são indivisíveis. Então, a pessoa que der lance a um lote é o lote todo, não serão aceitos lances para itens específicos”, disse o chefe do departamento de infraestrutura dos Correios, Thiago Meireles.

Objetos como roupas, livros, peças de microinformática, acessórios para veículos, bijuterias e equipamentos eletrônicos serão leiloados. Os itens são classificados como refugos, ou seja, são objetos que não foram entregues ao destinatário ou foram devolvidos ao remetente após esgotadas as possibilidades e prescrito o prazo de direito à reclamação.

Os recursos obtidos com o leilão serão destinados à ampliação da capacidade de investimentos dos Correios, com o objetivo de melhorar os serviços e produtos do órgão.

“Dou destaque a três lotes que são os de utensílios do lar, onde temos um volume de itens relacionados a cama, mesa e banho, além de eletrodomésticos. Também podemos destacar a parte de vestuário onde temos várias camisetas, camisas, sapatos e bonés. E o grande chamariz, o item de maior volume e valor, que é o lote referente a celulares, além de seus periféricos e acessórios, capas, carregadores, fones de ouvido, tripés e etc”, detalhou Thiago Meireles.

Os interessados em participar do pregão devem fazer um cadastro na plataforma Licitações-e do Banco do Brasil. Logo depois, já podem enviar propostas pelo site. Quem quiser ver os itens presencialmente, pode agendar uma visita ao edifício dos Correios em São Paulo, localizado na Rua Mergenthaler, 592, pelo telefone (11) 4313-8150.

Últimas notícias