Coronavírus: brasileiros vindos de Wuhan fazem exames em Goiás

Não foram detectados sintomas da doença no grupo, que chegou à Base Aérea de Anápolis, onde passará a quarentena, na manhã deste domingo

atualizado 09/02/2020 18:59

Andre Borges/Esp. Metrópoles

Enviado especial a Anápolis (GO) – O Ministério da Defesa divulgou, no fim da tarde deste domingo (09/02/2020), o primeiro boletim de saúde dos brasileiros repatriados após a chegada à Base Aérea de Anápolis, cidade goiana distante cerca de 150 quilômetros de Brasília. De acordo com a pasta, todos passaram por avaliações clínicas previstas pelo Ministério da Saúde e nenhum deles apresentou sintomas.

Além do grupo de 34 pessoas que pediu para ser resgatado da cidade de Wuhan, epicentro do surto de coronavírus e mantida isolada do restante da China, outras 24 pessoas também ficarão hospedadas nos hotéis de trânsito da Força Aérea (FAB).

Os regressos foram recebidos sob aplausos após a aterrissagem e seguiram de ônibus direto para o alojamento, onde uma cesta de chocolate com mensagem dos governos de Goiás e da prefeitura de Anápolis os esperava. Durante o dia, eles receberam todas as refeições programadas e fizeram uma visita de reconhecimento das instalações onde passarão os próximos 18 dias em quarentena.

“Além disso, em caráter preventivo, todos que, de alguma forma, estiveram envolvidos nas atividades aéreas, estão sendo submetidos, por precaução, aos mesmos exames iniciais realizados pelas pessoas que estão hospedadas, de forma a garantir ainda mais a segurança da operação”, diz a nota do Ministério da Defesa.

Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), entre os 34 repatriados, quatro são chineses casados com brasileiros. Entre os passageiros, também há diplomatas, médicos, militares e um jornalista da Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Últimas notícias