Coronavírus: Anvisa indica uso de máscara vencida e reutilização

Em nota técnica, Agência Nacional de Vigilância Sanitária recomenda, em caso de necessidade, flexibilidade no manejo de materiais

atualizado 21/03/2020 19:22

Máscara no fundo vermelhoGetty Images

Em nota técnica publicada neste sábado (21/03), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) indica, caso necessário, uso de máscaras N95 fora do prazo de validade e reutilização desse material. A medida é recomendada somente para profissionais de saúde em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

No documento, porém, a Anvisa alerta que a reutilização só deve acontecer com máscaras em boas condições. A sugestão da agência vem em meio ao receio de o sistema de saúde entrar em colapso com o avanço do coronavírus no Brasil, conforme alertou nessa sexta (20/03) o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Confira o que diz a nota:

“Excepcionalmente, em situações de carência de insumos e para atender a demanda da epidemia da Covid-19, a máscara N95 ou equivalente poderá ser reutilizada pelo mesmo profissional, desde que cumpridos passos obrigatórios para a retirada da máscara sem a contaminação do seu interior. Com objetivo de minimizar a contaminação da máscara N95ou equivalente, se houver disponibilidade, pode ser usado um protetor facial (face shield). Se a máscara estiver íntegra, limpa e seca, pode ser usada várias vezes durante o mesmo plantão pelo mesmo profissional (até 12 horas ou conforme definido pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar – CCIH do serviço de saúde)”.

No comunicado, a Anvisa faz uma série de outras recomendações aos profissionais de saúde: não sobrepor máscara cirúrgica convencional sobre a N95, para evitar desperdício; e “não tentar realizar a limpeza da máscara N95 ou equivalente, já utilizadas, com nenhum tipo de produto”.

Últimas notícias