Corinthians diz não ter participação em vídeo de Marcelinho com Bolsonaro

Com a camisa do time, presidente recebeu ex-jogador em seu gabinete, no Planalto. "Ação única e exclusiva do ex-atleta", informou o clube

atualizado 29/07/2020 17:32

Jair Bolsonaro e Marcelinho CariocaReprodução/Facebook

O Sport Club Corinthians Paulista emitiu um comunicado na tarde desta quarta-feira (29/7) no qual nega ter participado da iniciativa do ex-jogador Marcelinho Carioca, ídolo do clube, junto ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Mais cedo, nesta quarta, Bolsonaro publicou um vídeo nas redes sociais, ao lado de Marcelinho, vestindo a nova camisa do Corinthians.

Na gravação, o ex-jogador diz que a imagem do presidente com a camisa do time paulista mostra o empenho do governo em relação à aprovação da medida provisória que altera regras de transmissão de jogos no Brasil e permite contratos de trabalho por 30 dias até o fim de 2020.

Em nota (leia a íntegra mais abaixo), o Corinthians disse que “a entrega da camiseta nesta quarta, na Presidência da República, foi uma ação única e exclusiva do ex-atleta”.

“O Corinthians se mantém fiel às suas tradições, respeitando todas as correntes políticas e coerente com suas origens de clube de todos os brasileiros”, acrescentou o time.

Críticas

Após a publicação do presidente Jair Bolsonaro, o ex-jogador do Corinthians, Walter Casagrande, criticou a iniciativa de Marcelinho e disse que “nenhum ex-jogador tem o direito de representar o clube politicamente”.

“Não temos esse entendimento. O Marcelinho tem o mérito de ter sido o único cidadão a convencer o Presidente a vestir a camisa do Corinthians. Ele não representa o clube”, disse Casagrande.

Além disso, a iniciativa de Marcelinho gerou revolta em torcedores que admiram o ex-jogador.

No Twitter, o termo “Marcelinho” esteve entre os assuntos mais comentados da rede social minutos depois a publicação de Bolsonaro.

Leia a íntegra do comunicado:

“O Sport Club Corinthians Paulista torna público que não teve qualquer participação na iniciativa do ex-jogador Marcelinho Carioca, em Brasília. A entrega da camiseta nesta quarta, na Presidência da República, foi uma ação única e exclusiva do ex-atleta.

Cabe ressaltar que a nova camisa do clube, com o logotipo do patrocinador BMG em preto e branco, já havia sido amplamente divulgada em evento na Arena Corinthians em 11/7.

Por fim, o Corinthians se mantém fiel às suas tradições, respeitando todas as correntes políticas e coerente com suas origens de clube de todos os brasileiros”.

0

 

Últimas notícias