“Coração apertado”: luto toma redes sociais após ataque a escola de SC

Jovem de 18 anos usou uma adaga para matar três crianças, uma professora e um agente educativa. Polícia Civil do estado conseguiu prendê-lo

atualizado 04/05/2021 16:00

Carros em filaReprodução

O atentado praticado por um jovem de 18 anos que vitimou três crianças, uma professora e um agente de saúde dentro da escola, na cidade de Saudades, no oeste de Santa Catarina, na manhã desta terça-feira (4/5), gerou enorme repercussão em todo o Brasil.

Após o incidente, as redes sociais foram tomadas pelo sentimento de revolta e também de luto. De acordo com o site NSC Total, parceiro do Metrópoles, a Polícia Civil do estado conseguiu prender o autor.

O delegado Jerônimo Marçal confirmou que se uma quarta criança teve ferimentos, mas eles são leves e não há perigo de morte.

Confira abaixo algumas das publicações no Twitter:

Modus operandi

O policial contou à reportagem da NSC Total que o agressor entrou na Escola Infantil Pró-Infância Aquarela com uma adaga. Lá, encontrou e atacou uma professora, que morreu no local.

Confira a reportagem feita pela NSC Total com o delegado:

Depois, correu para uma sala onde se encontravam quatro crianças, todas com menos de 2 anos de idade, e esfaqueou todas as vítimas. Além disso, um agente de saúde que estava no local naquele horário também recebeu facadas do jovem.

A Polícia Militar da cidade disse ter recebido chamados, todos informando que um rapaz “golpeava alunos e professores”. Assim, forças de segurança e de salvamento de diversas regiões, inclusive com um helicóptero, partiram para atender a ocorrência.

Confira a cobertura ao vivo do site NSC Total, parceiro do Metrópoles, em Santa Catarina.

Saudades tem apenas 10 mil habitantes e fica no extremo oeste de Santa Catarina, a 67 km de Chapecó e a 600 km de Florianópolis. Veja onde fica:

Últimas notícias