Com mortes por Covid em alta, SP terá fase vermelha aos fins de semana

O governador João Doria (PSDB) deve fazer o anúncio nesta sexta-feira (22), em coletiva no Palácio dos Bandeirantes

atualizado 05/02/2021 21:57

Candidatos chegam para a prova do Enem 2021, na Unip Marquês de São Vicente, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo, neste domingo (17)Fábio Vieira/Metrópoles

O estado de São Paulo deverá entrar na fase vermelha da quarentena nos fins de semana para conter o avanço da Covid-19. 

O plano do governador João Doria (PSDB) é que a partir da noite de sexta-feira (22/1), os 645 municípios tenham medidas mais restritivas entre as noites de sexta e as manhãs de segunda-feira. O governo deve anunciar que todas as cidades terão que restringir ao máximo as atividades do comércio nos próximos fins de semana. A partir de cada segunda, os municípios devem voltar às suas respectivas fases.

Na fase vermelha, a mais crítica do Plano São Paulo, está proibida a abertura de comércios, shoppings centers, salões de beleza, academias e qualquer outro evento que gere aglomeração. Atualmente, a maior parte do estado está nas fases amarela e laranja, com o funcionamento de serviços em determinados horários, com exceção de Marília, que está na vermelha.

O anúncio está programado para esta sexta, em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, no Morumbi, Zona Sul de São Paulo.

Nesta semana, o estado de São Paulo ultrapassou 50 mil mortes causadas pela Covid-19. Nos primeiros 21 dias do ano, o estado registrou aumento de 42% no número de novos casos e de 39% de óbitos por Covid, em comparação ao mesmo período de dezembro passado.

Por sua vez, a campanha de vacinação contra a doença foi iniciada no domingo (17). De acordo com o governo, mais de 50 mil pessoas receberam a primeira dose da vacina até o momento. 

0

As informações são do Estadão.

Últimas notícias