metropoles.com

Com mais de 70% de ocupação, São Paulo volta a abrir leitos Covid

Capital passa a ter 1.241 vagas em hospitais municipais exclusivos para Covid. Em um mês, internações aumentaram 361% na cidade

atualizado

Compartilhar notícia

Fábio Vieira/Metrópoles
Movimentação Hospital Sao Paulo
1 de 1 Movimentação Hospital Sao Paulo - Foto: Fábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – Com um crescimento de 361% de internações de pacientes com Covid-19 em um mês em São Paulo, a prefeitura abriu novos leitos exclusivos para atender a demanda. O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, afirmou nesta terça-feira (25/1) que a cidade passa a ter 1.241 leitos Covid-19 em nove hospitais municipais.

O número considera tanto vagas de enfermaria quanto Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

“Aumentamos 50 leitos de UTI no Hospital Parelheiros, e 82 leitos normais, hoje nós temos 1.241 leitos em nove hospitais da prefeitura, dos 30 da cidade. E nós temos condição, caso continue crescendo a necessidade de internações, de abrir novos leitos rapidamente”, afirmou.

Esta é a segunda vez no mesmo mês que a prefeitura amplia a rede: em 13 de janeiro, o número de vagas aumentou de 443 para 1.110 leitos exclusivos para Covid.

De acordo com o boletim da Secretaria Municipal de Saúde da noite da última segunda (24/1), a cidade tem taxa de ocupação de 72% tanto dos leitos de UTI, quanto de enfermaria, com 821 pacientes internados. Para efeitos de comparação, em 24 de dezembro, um mês atrás, eram 178 pessoas hospitalizadas – um aumento de 361%.

Nos últimos cinco dias, a capital tem registrado mais de 70% de ocupação – no último domingo (23/1), chegou a 77%. Desde junho do ano passado, a cidade não chegava a um nível de hospitalização tão intenso.

Mas apesar do aumento vertiginoso de casos e internações, os óbitos não têm acompanhado o mesmo crescimento. A média móvel de óbitos dos últimos sete dias em São Paulo foi de 12,8.

“Em 27 de abril do ano passado foram 247 óbitos, isso se deve muito a essa condição que os municípios têm hoje de atender a todos que precisam de tratamento. E segundo, obviamente, a questão mais importante foi a adesão massiva que a população teve à vacinação, que protegeu. E agora temos a vacinação das crianças”, afirmou Aparecido.

O secretário participou, junto ao prefeito Ricardo Nunes (MDB), da inauguração de novas alas no Hospital Integrado Santo Amaro, na zona sul. Agora, a unidade passará a fazer mais de 500 procedimentos cirúrgicos, além de ter ganhado 60 novos leitos.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações