*
 

A Samsung apostou na revitalização da sua categoria de smartphones intermediários para continuar forte na competição pelo disputado segmento. Um dos novos aparelhos desenvolvidos para entrar neste ringue é o Galaxy J7 Neo, que substitui o Galaxy J7 Metal Duos. O celular oferece um bom custo-benefício para quem quer maior autonomia de bateria e usufruir aplicativos básicos de mensageiro, redes sociais e até de TV digital.

O design não é o forte do J7 Neo. Com a tampa texturizada de plástico e as bordas arredondadas, não dá para dizer que beleza é o diferencial do smartphone. Contudo, esses dois elementos garantem uma boa pegada. Para completar, o botão central na parte inferior não é retroiluminado, outra decisão que ofusca o encanto do J7 Neo. A decisão, por deixar esses quesitos em segundo plano, no entanto, voltam para o consumidor em forma de preço competitivo e maior durabilidade da bateria.

Felipe Menezes/Metrópoles

Apesar do design pouco arrojado, o J7 Neo tem boas espessura e forma que facilitam a pegada.

 

O sistema operacional não é puro, como de costume nos aparelhos da Samsung. O Android 7.0 Nougat acompanha alguns aplicativos pré-instalados da própria Samsung, com possibilidade de serem desativados, mas que incomodam porque não podem ser extraídos. O J7 Neo também vem equipado com o básico do pacote Office instalado — Word, Power Point e Excel. Para compensar, notam-se poucas animações e a interface dos ícones é minimalista, o que ajuda a preservar o bom processamento do aparelho.

Felipe Menezes/Metrópoles

Para o usuário de versões anteriores do Android, novos detalhes do sistema operacional são pequenas barreiras, mas facilitam a usabilidade.

A tela tem 5,5 polegadas, um diferencial positivo que auxilia na hora de assistir a televisão do aparelho. O display tem resolução HD de 1280 x 720 pixels com uma densidade de 267 ppi, qualidade baixa se comparada a outros modelos intermediários. A Samsung equilibra a baixa resolução da tela com a tecnologia Super AMOLED, que melhora o contraste de cores, brilho e realismo das imagens, garantindo que o dispositivo não tenha pixels aparentes.

TV digital
A propósito, a TV digital, aliada com a durabilidade da bateria, é um dos grandes diferenciais do J7 Neo. O recurso funciona ao plugar fone de ouvido na entrada P2 do aparelho. O acessório traz embutido a antena, que permite captar o sinal digital. Por isso, é aconselhável, para maior estabilidade no ato de sintonizar canais, utilizar o item que já vem com o aparelho da fábrica. No aplicativo, é possível gravar a programação, fazer capturas de tela e assistir televisão enquanto navega por outros aplicativos. O único ponto negativo aqui vai para o som externo, que fica na parte traseira do aparelho. Caso fosse frontal, seria possível desfrutar de forma mais agradável, com um volume mais baixo, os serviços de streaming, por exemplo.

Felipe Menezes/Metrópoles

Celular vem com antena para ser plugada na entrada P2, carregador, cabo USB e fone com microfone.

 

A bateria tem 3.000 mAh, 300 mAh a menos do que a versão anterior. Entretanto, a economia na resolução da tela e outros pequenos elementos garantem uma autonomia de pelo menos 12h em uso intenso, assistindo vídeo por streaming no Wi-Fi de forma ininterrupta. Na média, o usuário terá um dia de bateria, aproveitando todos os recursos, sem precisar se preocupar. Com pouco ou moderado uso, é possível que o usuário fique até 48 horas longe da tomada.

O processador Octa-core próprio da Samsung, o Exynos, associado aos 2 GB de RAM, garante ao J7 Neo um desempenho muito bom. É possível rodar jogos como Sonic Dash e Real Racing 3 sem travamentos. A performance se mostra suave na utilização da função multitarefas do aparelho, que divide a tela em duas partes e permite rodar e interagir com dois aplicativos ao mesmo tempo.

Um revés nos requisitos do sistema diz respeito ao armazenamento. O aparelho é vendido apenas com a opção de 16 GB, expansível até 256 GB com cartão de memória. O problema é que ao ligar pela primeira vez, aproximadamente 6 GB já estão ocupados com as pré-instalações. Em algum momento, o usuário terá que decidir quais aplicativos, fotos e vídeos continuam no smartphone.

Câmera fotográfica
A câmera traseira chega com abertura de f/1.9, que permite maior entrada de luz durante a captura da foto, e 13 MP de resolução. Para fotos à luz do dia, um bom olhar de quem manuseia o smartphone pode garantir ótimas recordações. Porém, para imagens noturnas a qualidade cai um pouco, mas se mantém dentro do que é oferecido dentro do segmento intermediário. Já a câmera frontal tem uma abertura de f/2.2 e conta com um flash, selfie panorâmica e modo embelezador. Ponto positivo para a Samsung.

Felipe Menezes/Metrópoles

Câmera frontal tem flash e boa abertura para smartphone do segmento intermediário

 

O J7 Neo é dual chip, prático para quem tem duas linhas. Outro recurso interessante é a possibilidade de ter duas contas de aplicativos de mensagens, como WhatsApp ou Messenger, no mesmo aparelho. Para isso, basta selecionar a opção “Instalar o segundo app” nos aplicativos e ter diferentes contas rodando ao mesmo tempo.

Enfim, o smartphone compete bem com seus pares de outras marcas. TV digital, bateria de longa duração e bom processamento despontam como os principais benefícios do aparelho. Já a memória interna e o design foram quesitos deixados em segundo plano para garantir o bom preço nas prateleiras. O J7 Neo vale a pena se o usuário procura um aparelho para o dia a dia, acompanhando o usuário em longas filas, no transporte público ou nas esperas entediantes do cotidiano. É possível ficar longe da tomada e ainda se divertir com jogos simples, assistir novela ou futebol ao vivo e ainda conversar com os contatos com diferentes contas nos mensageiros. Nada mal.

  • Samsung J7 Neo
    Sistema: Android 7.0 Nougat
    Processador: Exynos octa-core 1.6 GHz
    Tela: 5,5″ HD (720p) 268 ppi
    Câmera traseira: 13 MP (f/1.9)
    Câmera frontal: 5 MP (f/2.2)
    Memória interna: 16 GB
    Peso: 170g
    Dimensões: 152.4 x 78.6 x 7.6
    Bateria: 3.000 mAh
    Preço médio: R$ 999

 

 

 

COMENTE

samsungReview
comunicar erro à redação

Leia mais: Ciência