Espécie rara de “polvo transparente” é flagrada no fundo do oceano

O animal, conhecido como "polvo de vidro", nadava a 5 mil quilômetros de Sydney, na Austrália

atualizado 14/07/2021 16:03

Polvo de vidroDivulgação/Schmidt Ocean Institute

Um robô subaquático conseguiu flagrar, no fundo do Oceano Pacífico Central, nas Ilhas Phoenix, uma criatura raríssima. Após 34 dias de expedições, 21 mergulhos e cerca de 182 horas de gravação, o equipamento registrou uma espécie rara de polvo transparente.

O animal, conhecido como “polvo de vidro”, nadava a 5 mil quilômetros de Sydney, na Austrália. Por sorte, o robô conseguiu registrar a vida aquática de dois indivíduos da espécie.

0

O “polvo de vidro” foi visto pela primeira vez em 1918. Nos oceanos, conforme o site Aventuras na História, são achados no mesopelágico, de 656 a 3.280 pés de profundidade.

O corpo totalmente transparente do animal é usado como forma de defesa, tal qual seus olhos em formato cilíndrico, que, conforme cientistas, contribuem para a “parte da estratégia de camuflagem do animal”.

Últimas notícias