Ciclista de 67 anos morre atropelada durante passeio em São Paulo

Motorista do carro foi à polícia 5 horas após o acidente e disse que achou que seria assaltada. Nelide Rossi foi socorrida, mas não resistiu

atualizado 24/09/2021 18:47

Nelide Rossi morre atropelada por carro em passeio de bicicletaReprodução rede social

São Paulo – A professora aposentada Nélide Rossi Fernandes, de 67 anos, morreu atropelada por um carro durante passeio de bicicleta na noite de quinta-feira (23/9) na zona rural de Conchal, em São Paulo. A motorista, que não prestou socorro, se apresentou à polícia cinco horas após o acidente e disse que pensou que seria assaltada.

A ciclista sofreu fraturas no nariz, clavícula, costelas, quadril, coluna e perna. Foi socorrida, mas não resistiu. Sem antecedentes criminais, sinais de embriaguez e com a carteira de motorista em dia, a motorista foi liberada.

Nas redes sociais, amigos da vítima prestaram homenagem. “Companheira do último pedal, lado a lado até o final! Parceira de profissão! Parceira de pedal! Amiga querida. Nosso xodó! Vai em paz Nélide Rossi Fernandes. Deus a receba de braços abertos. É que a justiça dos homens seja feita!!”, afirmou Luana Breda, no Facebook.

O acidente aconteceu por volta das 19h na Estrada do Bode Branco, no distrito de Tujuguaba. A professora pedalava com mais quatro pessoas.

“Veio um carro, parou e depois simplesmente acelerou para cima da gente. Pulamos da bicicleta no mato. A motorista estava na encruzilhada, tinha toda a estrada, poderia ir para qualquer direção, mas veio em cima da gente. Foi um acidente proposital”, disse uma ciclista em entrevista ao G1.

Últimas notícias