metropoles.com

Caso Backer: testemunhas de defesa começam a ser ouvidas nesta 2ª

No início de 2019, moradores de Belo Horizonte começaram a apresentar problemas de saúde após ingerirem bebidas da cervejaria Backer

atualizado

Divulgação
cervejaria backaer

As testemunhas de defesa do caso Backer começam a ser ouvidas na tarde desta segunda-feira (20/3) em Belo Horizonte. A previsão é de que, ao longo de 11 dias, 60 pessoas compareçam ao Fórum Lafayette para falar sobre a intoxicação que resultou na morte de 10 pessoas em 2019.

O juiz da 2ª Vara Criminal de Belo Horizonte, Alexandre Magno de Resende Oliveira, definiu que ouvirá, em média, seis pessoas por dia. Até hoje, quatro vítimas e 23 testemunhas de acusação prestaram depoimento.

De acordo com comunicado, alguns funcionários da cervejaria e parentes dos gestores da família Khalil Lebbos se apresentarão à Justiça. Nesta segunda, a expectativa é de que o gerente operacional da Backer e um parente dos sócios prestem depoimento, além de outras quatro pessoas.

Leia a matéria completa no BHAZ, parceiro do Metrópoles.






Quais assuntos você deseja receber?