metropoles.com

Carne achada na mala de brasileiro preso em Portugal é humana

Begoleã Fernandes, preso em aeroporto de Portugal por falsificação de documentos, é suspeito de cometer assassinato na Holanda, onde morava

atualizado

Reprodução/Redes Sociais
begolea-fernandes-preso-carne-humana-metropoles

Begoleã Fernandes, o brasileiro preso no aeroporto de Lisboa, em Portugal, na última segunda (27/2), carregava carne humana na mala. As informações são do jornal português Correio da Manhã.

O brasileiro, que pretendia embarcar para Belo Horizonte, levantou suspeitas do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) por apresentar um cartão de identidade italiano e portar documentos em nome de terceiros. Begoleã foi preso em flagrante por falsificação de documentos.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Autoridades da Holanda, país onde Begoleã morava, foram contatadas. O SEF foi informado de que o brasileiro era suspeito de ter praticado homicídio na noite do último domingo (26/2), na cidade de Amsterdã.

Na mala, Fernandes carregava pedaços de carne. Após análise do Instituto de Medicina Legal de Lisboa, constatou-se que se tratava de matéria humana. A hipótese de que a amostra pertenceria a Alan Lopes, homem de 26 anos assassinado na Holanda, foi descartada pelos exames.






Quais assuntos você deseja receber?