Butanvac é segura e gera resposta imunológica, aponta resultado preliminar

O dado faz parte de um estudo inicial em humanos feito na Tailândia. O imunizante está sendo testado também no Vietnã e no Brasil

atualizado 27/09/2021 20:55

Fábio Vieira/Metrópoles

Ensaios clínicos de fase 1 realizados na Tailândia, que avaliam a ButanVac, nova candidata à vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo Instituto Butantan, apontam que a vacina tem “perfil de segurança aceitável e é altamente imunogênica”. Os resultados preliminares foram descritos em artigo publicado no último dia 22 na plataforma de preprints MedRxiv.

Na fase inicial do estudo, realizada em humanos, participaram 210 voluntários — 82 homens e 128 mulheres com idade entre 18 e 59 anos. Eles receberam duas doses com intervalo de 28 dias.

Menos de um terço dos participantes apresentou efeitos adversos, sem registro de caso grave. Os sintomas mais frequentes foram dor e sensibilidade no local da aplicação, fadiga, dor de cabeça e dor muscular.

Com base nos resultados do estudo, duas formulações de 3 µg foram selecionadas para serem avaliadas na próxima etapa do ensaio clínico, a fase 2.

“Esta vacina pode ser produzida a baixo custo em qualquer instalação projetada para a produção da vacina inativada do vírus da influenza”, completaram os autores. As pesquisas de fase 1 foram inteiramente descritas por cientistas da Universidade Mahidol, de Bangkok, da Icahn Escola de Medicina Monte Sinai, de Nova York, e da Universidade do Texas, em Austin. O imunizante está sendo testado também no Vietnã e no Brasil, além da Tailândia, mas os resultados ainda não foram divulgados.

No Brasil

O estudo clínico do imunizante será realizado em duas etapas. Na primeira, participam pessoas não vacinadas e que não tiveram contato com o vírus da Covid-19. Na segunda, todos com 18 anos ou mais poderão colaborar, mesmo que já tenham sido imunizados ou infectados.

Caso a vacina se comprove eficaz, o Butantan deverá produzir 100% do imunizante em sua própria infraestrutura. Os testes brasileiros são realizados em Ribeirão Preto (SP), Guaxupé (MG), São Sebastião do Paraíso (MG) e Itamogi (MG).

Mais lidas
Últimas notícias