Butantan começa entrega de 3,4 mi de doses da Coronavac nesta terça

Lote de imunizantes será dividido em oito remessas diárias de 426 mil doses para o Ministério da Saúde, segundo o instituto

atualizado 23/02/2021 8:57

Vacina CoronavacFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O Instituto Butantan começa a entregar ao governo federal, nesta terça-feira (23/2), novas doses da Coronavac, vacina contra a Covid-19. O lote de 3,4 milhões de imunizantes será dividido em oito remessas diárias de aproximadamente 426 mil doses envasadas pelo instituto com insumo importado da China.

Na semana passada, o governo de São Paulo e o Butantan afirmaram ainda que anteciparão a entrega das 54 milhões de doses para o Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. O envio das unidades estava previsto para o fim de setembro deste ano, mas será realizado até o término do mês de agosto.

0

“Com relação ao contrato adicional de 54 milhões de doses assinado com o Ministério da Saúde, a última entrega seria em setembro. Vamos fazer todo o esforço para adiantar a produção e essa entrega, e esperamos que, no máximo em agosto, tenhamos a entrega total de 100 milhões de doses”, disse o diretor do Butantan, Dimas Covas, em coletiva na última semana.

O instituto dobrou o número de funcionários que trabalham diariamente no envase da vacina, de 150 para 300 pessoas. Segundo Covas, a capacidade diária de produção do Butantan deve dobrar a partir de abril, passando de 1 milhão de doses para 2 milhões.

O Ministério da Saúde também manifestou ao Butantan interesse em adquirir mais 30 milhões de doses da Coronavac. No documento enviado ao instituto, a pasta reconhece a necessidade de expandir a aquisição de imunizantes contra o coronavírus e pede para que as novas doses sejam entregues até dezembro.

Últimas notícias