Brasileiro condenado pela chacina de Pioz é espancado em presídio

O atentado faria parte de uma espécie de "lei paralela", que funciona no interior dos presídios

atualizado 06/12/2021 20:49

Reprodução/Portal T5

O paraibano Patrick Nogueira, brasileiro condenado pela justiça espanhola pela chacina de Pioz, foi espancado por cerca de dez presidiários. Foi o que noticiou o jornal El Mundo, nesse domingo (5/12). De acordo com a publicação, Patrick Nogueira passou cerca de quatro dias internado.

Patrick está preso na penitenciária Puerto III, em El Puerto de Santa María (Cádiz) e se recupera na enfermaria da penitenciária. A publicação diz ainda que o atentado ocorreu na semana passada e faria parte de uma espécie de “lei paralela”, que funciona no interior dos presídios.

Relembre o caso

Os corpos de Marcos Nogueira e Janaína Santos Américo, de 39 anos, e os filhos deles, uma menina de 3 anos, e um menino de 1 ano foram encontrados esquartejados dentro de casa, no povoado de Pioz, na Espanha, no dia 18 de setembro.

Patrick Gouveia, sobrinho de Marcos, confessou o crime. “Senti um ódio incontrolável, algo me dizia que devia matá-los”, afirmou aos policiais.

Saiba mais no Portal T5, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias