Brasil vacina mais de 40% do público-alvo, informa Ministério da Saúde

Pasta destaca que neste mês serão recebidas mais de 38 milhões de doses de vacinas. Em julho, a previsão chega a 42 milhões de doses

atualizado 22/06/2021 22:56

VacinaçãoValdo Leão/Semcom

O Ministério da Saúde informou, nesta terça-feira (22/6), que o Brasil já aplicou a primeira dose da vacina Covid-19 em mais de 40% do público-alvo. “São 64 milhões de brasileiros que receberam a primeira dose do ciclo vacinal para o enfrentamento da pandemia no país”, diz comunicado do ministério.

A pasta ainda informa que o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 (PNO) do Ministério da Saúde contempla uma população vacinável de 160 milhões.

Entre os brasileiros que receberam a primeira dose, mais de 24,3 milhões já concluíram o esquema vacinal com a dose 2 do imunizante. Ao todo, o Brasil já aplicou mais de 88 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19.

“Nós estamos trabalhando para vacinar toda a população adulta do Brasil com a primeira dose da vacina Covid-19 até setembro deste ano. São doses de esperança para a população brasileira”, destacou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

A pasta também informa que já distribuiu mais de 123,2 milhões de doses de diferentes laboratórios contratados para estados e Distrito Federal desde o início da campanha de vacinação, em janeiro.

Entre os imunizantes distribuídos, foram cerca de 50 milhões da Coronavac/Butantan, mais de 56 milhões da AstraZeneca/Fiocruz e mais de 8,3 milhões da Pfizer/BioNTech.

As vacinas são destinadas à continuidade da vacinação de grupos prioritários, como pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente e profissionais do ensino básico, além de trabalhadores do transporte aéreo e agentes das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, população ribeirinha, profissionais de saúde e pessoas acima de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência.

Outras vacinas

A previsão do ministério é que ainda este mês sejam recebidas mais de 38 milhões de vacinas. Em julho, a previsão chega a 42 milhões de imunizantes.

Ao todo, já foram encomendadas pela pasta mais de 660 milhões de doses até o fim deste ano, número suficiente para imunizar toda a população brasileira.

Últimas notícias