Bradesco anuncia retorno progressivo ao trabalho presencial

O retorno acontecerá de maneira progressiva, realizado em cinco etapas, mas o trabalho a distância deve continuar

atualizado 23/09/2021 14:21

Agência BradescoWikipedia Commons/Distribuição

O Bradesco divulgou, nesta quinta-feira (23/9), que retornará ao trabalho presencial no dia 4 de outubro. O banco informou que o processo será feito “de maneira segura e progressiva”, em cinco etapas. O trabalho a distância deve continuar, de acordo com a característica de cada área da empresa.

Em nota, o presidente do Bradesco, Octávio de Lazari Jr., afirmou que “o retorno será paulatino, e cada setor ou área fará seu planejamento, dentro do modelo geral que estruturamos”. Ele também declarou que esse “é um movimento relevante, que se tornou possível pelo avanço da imunização. Tudo está sendo feito com os devidos cuidados e cautela, pois a prioridade sempre será a saúde”.

Na primeira fase do retorno, apenas 10% do quadro de funcionário dos centros administrativos da capital paulista e grande São Paulo voltam. Em contrapartida, as agências, que já estavam funcionando com 50% dos funcionários em esquema de rodízio, voltarão para 100%.

O vice-presidente do banco, André Cano, afirmou, em nota, que pesquisas realizadas internamente apontaram que a maior parte dos funcionários aprova o home office. “Várias áreas, inclusive, ampliaram seus conhecimentos, se reinventando, e melhoraram os índices de produtividade”, revelou.

O retorno ao trabalho presencial acontecerá de maneira voluntária, com contingente reduzido, e condicionada a condições de segurança do grupo familiar e vacinação.

A diretora-executiva do Bradesco, Glaucimar Peticov, informou, também por meio de nota, que “devemos lembrar que o estado de pandemia permanece e a totalidade do quadro só retornará ao trabalho presencial quando o Ministério da Saúde informar que a pandemia está sob controle”.

Últimas notícias