Bolsonaro recebe André Mendonça e assina nomeação ao STF

Aprovado na quarta-feira pelo Senado, futuro ministro do Supremo deverá tomar posse no próximo dia 16 de dezembro

atualizado 02/12/2021 16:31

Reprodução/Twitter/Ricardo Barros

André Mendonça, futuro ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), esteve na tarde desta quinta-feira (2/12) no Palácio do Planalto, onde o presidente Jair Bolsonaro (PL) assinou sua nomeação para a Corte. Mendonça, que teve a indicação ao Supremo aprovada pelo Senado na quarta (1º/12) por 47 votos a 32, agradeceu ao ex-chefe e disse que sua ida para o cargo é “uma missão confiada a mim através dos votos por ele recebidos”.

As cenas do encontro entre Bolsonaro e Mendonça, no qual estiveram presentes ainda o vice-presidente, Hamilton Mourão, e um dos filhos do presidente, o vereador do Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro, foram registradas pelo deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) e postadas pelo líder do governo nas redes sociais. Veja um dos vídeos:

Nas imagens divulgadas, Mendonça e Bolsonaro aparecem falando para câmeras da equipe de comunicação do governo. “Certamente é uma das assinaturas mais importantes de um presidente da República”, diz Mendonça, sobre sua nomeação.

“E uma missão confiada a mim através dos votos por ele recebidos e também por acreditar no meu potencial para ajudar o nosso país, o que restou confirmado ontem no Senado Federal. Muito obrigado a todos, que Deus abençoe nosso país”, afirma o futuro ministro do STF.

Bolsonaro então confirma a data da posse, o próximo dia 16 de dezembro, e diz que o “compromisso de lá [no STF] colocar um evangélico” está sendo cumprido. “Não só evangélico, mas com conhecimento e saber jurídico, que ele tem de folga.”

Mais lidas
Últimas notícias