*
 

Jair Bolsonaro informou hoje sua ida a São Paulo, na próxima quinta-feira (13/12), para mais uma consulta médica. O presidente eleito diz estar disposto a aproveitar o período das festas de fim de ano para realizar a cirurgia de retirada da bolsa de colostomia, com a qual convive desde o atentado que sofreu em Juiz de Fora, no primeiro turno da campanha eleitoral.

“Se eu estiver em condições, opero agora, passo baixado (sic) o Natal e o Ano Novo. Gostaria de não ficar uma semana baixado em janeiro”, disse, lembrando que, se não fizer a cirurgia agora, pode ser obrigado a adiar mais uma vez em janeiro, para participar do Fórum Mundial, em Davos.

O presidente eleito explicou o mal estar que sentiu ontem e que o fez cancelar a participação em um evento em Pirassununga, no interior de São Paulo. Disse ter se confundido e tomado uma dose além do normal de um medicamento semelhante a um sonífero. “Eu dormi. Não consegui ir a Pirassununga. Mas estou bem, graças a Deus”, relatou.

Na manhã de hoje, Bolsonaro participou da Cerimônia de Declaração de Guardas-Marinha de 2018, na Escola Naval, a formatura dos novos oficiais da Marinha. Agora à tarde, de acordo com sua assessoria, ele não tem nenhuma agenda prevista.