Bolsonaro posta vídeo inédito de sua transferência após levar facada

Na postagem, é possível ver o presidente deitado em uma maca, respirando por aparelhos, e sendo cuidado por enfermeiros

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 01/08/2019 17:36

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) publicou, nesta quinta-feira (07/08/2019), um vídeo em que ele é transferido de um taxi aéreo para o hospital que recebeu socorro após ser vítima de um ataque a facas durante campanha eleitoral em 2018, em Juiz de Fora. A publicação foi feita em sua página pessoal no Twitter.

Na postagem, é possível ver o então candidato deitado em uma maca, respirando por aparelhos, e recebendo cuidados de enfermeiros. “Vamos segurar juntos e levantar no três”, disse, um deles. O presidente foi transferido para outro veículo, que o levou até o médico que iria operá-lo. Na legenda, ele disse que “deve a Deus” por sua vida.

O atentado contra Bolsonaro foi realizado por Adélio Bispo, ex-integrante do PSol, partido de oposição ao governo, que confessou o crime. Porém, ele foi absolvido, em junho, pela Justiça de Juiz de Fora.  A decisão, determinada pelo juiz federal Bruno Savino, tem como base o fato de o agressor ter sido considerado inimputável após laudos médicos e psquiátricos. Mesmo com a sentença positiva, Adélio deve permanecer internado por tempo indeterminado. Ele será submetido a uma perícia médica em 2022, daqui a três anos.

A defesa do presidente não recorreu da decisão da Justiça Federal que considerou inimputável o agressor do presidente. Como o Ministério Público também não recorreu, a sentença transitou em julgado, ou seja, estão esgotados os prazos para recursos.

Últimas notícias