Bolsonaro: “Melhor a imprensa capengando do que ficar sem imprensa”

O presidente se mostrou aberto a conversar com a mídia e disse que o noticiário é importante à sociedade

Alan Santos/ PRAlan Santos/ PR

atualizado 18/04/2019 21:54

Após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes reverter a censura imposta ao site O Antagonista e à revista Crusoé, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) deu os “parabéns” ao magistrado em live feita pelas redes sociais nesta quinta-feira (18/04/19).

Mesmo com uma relação marcada por conflitos com a imprensa, o presidente avaliou que é melhor uma sociedade com a mídia livre do que sem. “Melhor uma imprensa ficar pingando do que ficar sem imprensa”, afirmou.

Bolsonaro disse que está aberto a conversar com os meios de comunicação e afirmou que “ninguém duvida” da importância da imprensa e das mídias sociais. Na opinião do presidente, existem alguns “percalços”, mas defendeu que a mídia e o poder devem se entender “para que a chama da democracia não se apague”.

Mais cedo, em evento para celebrar o Dia do Exército, ele já havia citado a frase. “Prezados integrantes da mídia, em que pesem alguns percalços entre nós, nós precisamos de vocês para que a chama da democracia não se apague. Palavras, letras e imagens que estejam perfeitamente emanadas com a verdade. Nós, juntos, trabalhando com esse objetivo, faremos um Brasil maior, grande e reconhecido em todo o cenário mundial”, discursou.

Últimas notícias