Bolsonaro: brasileiros “experimentam ditadura” com isolamento social

O presidente da República visitou população de São Sebastião, no Distrito Federal, e criticou medidas de combate ao coronavírus

atualizado 10/04/2021 13:44

Bolsonaro visita venezuelanas em São SebastiãoReprodução/Facebook

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) visitou um estabelecimento comercial de mulheres venezuelanas em São Sebastião, no Distrito Federal, neste sábado (10/4). Na conversa, transmitida ao vivo no Facebook do chefe do Executivo, o mandatário do país afirmou que os brasileiros estão “experimentando uma ditadura” com as políticas de isolamento social.

O titular do Palácio do Planalto comparou a situação vivida no Brasil com “a ditadura venezuelana”. “População brasileira, veja o que vocês têm e o que podem perder”, assinalou. “Mais importante do que sua vida é sua liberdade. Nosso Exército jamais irá para as ruas forçar alguém a ficar em casa”, continuou.

As mulheres que atuam no local visitado pelo chefe do Executivo são imigrantes venezuelanas e vieram ao Brasil após a crise econômica do regime de Nicolás Maduro. Bolsonaro disse que, no país vizinho, a população está passando fome.

Na tentativa de mostrar que a política de isolamento social é a responsável por empobrecer os brasileiros, o mandatário da República pediu para uma das estrangeiras abrir a geladeira e perguntou se estava vazia. No entanto, Bolsonaro se surpreendeu com os mantimentos e a quantidade de ovos.

O presidente insistiu que o “fique em casa” era uma medida para sufocar a economia. “Essa política do fique em casa não é para proteger as pessoas, é apenas uma medida para sufocar a economia”, opinou.

Depois da visita, Bolsonaro tirou fotos com a população local, sem máscara, e acenou para os presentes ao deixar o local, de moto.

Últimas notícias